• Vitória x Fonte do Bastardo da 9ª jornada - Foto do facebook de "O Lado V".

    Equipas principais reforçam as suas posições

  • João Rodrigues marcou quatro golos

    Benfica cilindra Valongo

  • sanjoanense_sporting

    Sporting perde em São João da Madeira

  • Dramático x Benfica

    Benfica encerra ano a golear

Melhores Marcadores

  • 1
    Pedro Cruz - Águas Santas / Milaneza
    142
  • 2
    Pedro Sequeira - Passos Manuel
    105
  • 3
    Pedro Portela - Sporting
    94
  • 4
    Pedro Solha - Sporting
    93
  • 5
    João Pinto - ABC / UMinho
    91
  • 6
    Belone Moreira - Passos Manuel
    87
  • 7
    Yuriy Kostetsky - SC Horta
    85
  • 1
    Nandinho - Boavista
    20
  • 2
    Márcio Moreira - Póvoa Futsal
    15
  • 3
    Alessandro Patias - Benfica
    15
  • 4
    Jander - SL Olivais
    14
  • 5
    Fábio Cecílio - SC Braga
    13
  • 6
    Vigário - Unidos Pinheirense
    12
  • 7
    Tiago Soares - Modicus
    12
  • 1
    Luís Viana - Juventude Viana
    33
  • 2
    Nuno Araújo - Valongo
    24
  • 3
    João Rodrigues - Benfica
    21
  • 4
    Gonçalo Alves - Oliveirense
    19
  • 5
    Filipe Bernardino - Tigres Almeirim
    18
  • 6
    Francisco Barreira - Sanjoanense
    18
  • 7
    Carlos Nicolia - Benfica
    16

Resultados da Jornada

  • Maia / ISMAI
    29
  • 25
    Santo Tirso
  • Passos Manuel
    23
  • 33
    Benfica
  • Belenenses / Delta
    25
  • 34
    Sporting
  • Águas Santas / Milaneza
    26
  • 28
    FC Porto
  • ABC / UMinho
    35
  • 31
    Madeira SAD
  • SC Horta
    34
  • 21
    Xico Andebol
  • Fundão
    0
  • 0
    SL Olivais
  • SC Braga
    0
  • 0
    Burinhosa
  • Póvoa Futsal
    0
  • 0
    Rio Ave
  • Cascais
    0
  • 0
    Benfica
  • Sporting
    0
  • 0
    Belenenses
  • Unidos Pinheirense
    0
  • 0
    Boavista
  • Modicus
    0
  • 0
    Leões PS
  • Oliveirense
    5
  • 6
    HC Turquel
  • Carvalhos
    4
  • 4
    CD Póvoa
  • Juventude Viana
    9
  • 8
    Tigres Almeirim
  • Benfica
    10
  • 0
    Valongo
  • Candelária
    2
  • 5
    OC Barcelos
  • Sanjoanense
    2
  • 1
    Sporting
  • FCP / Império Bonança
    8
  • 0
    Paço de Arcos

Entrevistas

  • Entrevistas
    Quarta-feira, Dezembro 3rd, 2014
    Foto: "Alberto Fernandes, ZeroZero"
    Jander: “Estou a viver um dos melhores momentos da minha carreira”
  • Entrevistas
    Quinta-feira, Setembro 4th, 2014
    Entrevista a Vasco Sousa: ”Os novos Renegades estão esfomeados por surpreender o Futebol Americano em Portugal”
  • Entrevistas
    Sábado, Julho 19th, 2014
    Em entrevista com Paulo Tavares: ”Vamos voltar a fazer uma grande época”

Notícias

    • Equipas principais reforçam as suas posições

      Vitória x Fonte do Bastardo da 9ª jornada - Foto do facebook de "O Lado V".
      22 Dezembro, 2014

      No fim-de-semana que antecedeu o Natal e antes de uma paragem de algumas curtas semanas no Campeonato Nacional da I Divisão algumas equipas resolveram antecipar os seus encontros relativos à 16ª jornada. Realizaram-se portanto 8 encontros.

      No rescaldo de todos esses encontros podemos aferir que no top5 da classificação todas as equipas conseguiram solidificar as suas posições pois todas triunfaram. Aqui uma nota especial para o Atlântico da Madalena, foi a única a realizar 2 encontros por isso fica desde já com 1 encontro a mais realizado.

      O Sporting de Espinho teve uma deslocação difícil a Vila do Conde e conseguiu alcançar um resultado muito positivo, triunfo pela margem máxima frente a um adversário de grande valia. O Castêlo da Maia também não cedeu frente ao Esmoriz em jogo antecipado e continua assim a 3 pontos dos espinhenses.

      A Fonte do Bastardo defrontou o Leixões num encontro televisionado e venceu porém não muito confortavelmente e o Benfica saiu naturalmente por 3-0 vencedor em casa frente ao Sporting das Caldas. Estas duas equipas conseguiram passar à fase seguinte depois dos jogos da 2ª mão nas competições europeias, nomeadamente na Challenge Cup e agora em janeiro vão-se defrontar para esta competição!

      A formação que saiu com o maior sabor amargo foi o Ginásio Vilacondense, disputou 2 encontros sendo que saiu derrotado de ambos. Perdeu terreno no ataque ao 5º lugar e viu o seu adversário de domingo, o Leixões, aproximar-se tendo ficado a apenas 2 pontos. A equipa de Matosinhos corrigiu no domingo a derrota sofrida no dia anterior frente à Fonte do Bastardo vencendo precisamente o Ginásio Vilacondense.

      A outra equipa com igual situação à da equipa de Vila de Conde é o Sporting das Caldas. Também disputou 2 encontros e teve 2 resultados negativos. O balanço dessas derrotas é que viu a equipa de Guimarães igualar a sua pontação e em contraponto viu o Leixões a afastar-se.

      Destaque para o Vitória SC, foi a única equipa que conseguiu melhorar a sua posição, venceu a Académica de Espinho e assim subiu 1 posto. A equipa vimaranense vinha de um ciclo muito negativo de 5 derrotas consecutivas.

      O Campeonato Nacional da I Divisão agora tem uma paragem na competição e só regressa em janeiro.

      Resultados da 15ª jornada da 1ª fase » Sexta-feira e Sábado, 19 e 20 de Dezembro
      Benfica x Sporting das Caldas: 3-0 (25-20 ; 25-16 e 25-13)
      Vitória SC x Académico de Espinho: 3-1 (25-23 ; 24-26 ; 25-15 e 25-18)
      Esmoriz x Atlântico da Madalena: 0-3 (24-26 ; 20-25 e 20-25)
      Ginásio Vilacondense x Sporting de Espinho: 0-3 (17-25 ; 15-25 e 19-25)
      Leixões x Fonte do Bastardo: 1-3 (13-25 ; 18-25 ; 25-22 e 17-25)

      Resultados da 16ª jornada da 1ª fase » Domingo, 21 de Dezembro – jogos antecipados
      Atlântico da Madalena x Sporting das Caldas: 3-0 (25-13 ; 25-20 e 25-19)
      Castêlo da Maia x Esmoriz: 3-0 (25-16 ; 25-17 e 25-12)
      Leixões x Ginásio Vilacondense: 3-1 (26-28 ; 25-17 ; 26-24 e 25-20)

      Classificação

      1º » Fonte do Bastardo – 35 pontos / 12 jogos
      2º » Benfica – 34/12
      3º » Atlântico da Madalena – 30/13
      4º » Sporting de Espinho – 26/12
      5º » Castêlo da Maia – 23/12
      6º » Ginásio Vilacondense – 19/13
      7º » Leixões – 17/12
      8º » Sporting das Caldas – 12/12
      9º » Vitória SC – 12/12
      10º » Esmoriz – 10/13
      11º » Académica de Espinho – 3/12
      12º » Clube K – 1/11

    • Benfica cilindra Valongo

      João Rodrigues marcou quatro golos
      22 Dezembro, 2014

      Depois de, a meio da semana, o Benfica ter conseguido vencer o FC Porto no Dragão Caixa (3-7), no Sábado a equipa treinada por Pedro Nunes deu mais uma prova da sua superioridade, ao “cilindrar” o Valongo, atual campeão nacional de hóquei em patins, por 10-0.

      Apesar de ainda faltar disputar metade do campeonato, esta semana pode ter sido decisiva no que à luta pelo título diz respeito: é que, na temporada passada, foi o confronto direto entre estas três equipas que definiu o campeão nacional. Na altura, as três equipas acabaram empatadas no primeiro lugar.

      Já nesta temporada, o Valongo tinha derrotado o Benfica, em Albergaria-a-Velha, na Supertaça António Livramento.

      “Curiosidades” à parte, o jogo do passado Sábado foi de sentido único, já que os encarnados começaram a dominar e a marcar bem cedo. João Rodrigues, com quatro golos em oito minutos, resolveu em pouco tempo a questão do vencedor do encontro. Pelo meio, o Valongo ainda poderia ter reduzido e, quiçá, lutar por um resultado mais equilibrado, mas Nuno Araújo fez algo que não é habitual nele e… falhou uma grande penalidade.

      Até ao intervalo, Miguel Rocha (que não tinha jogado com o FC Porto) entrou e marcou dois golos, enquanto Tiago Rafael fez o 7-0 com que as duas equipas foram para o intervalo.

      Na segunda parte, o Benfica abrandou o ritmo, mas mesmo assim, o Valongo não conseguiu marcar. “Tuco” Ábalos (2) e Carlos Nicolia marcaram os três golos da segunda parte, estabelecendo o resultado final num surpreendente 10-0.

    • Sporting perde em São João da Madeira

      sanjoanense_sporting
      22 Dezembro, 2014

      Num dos encontros que encerraram a 12ª Jornada – e última do ano civil – aconteceu a grande surpresa da ronda. Num Pavilhão praticamente cheio, e com honras de transmissão televisiva, a Associação Desportiva Sanjoanense conseguiu a primeira vitória da temporada, ao derrotar a equipa do Sporting Clube de Portugal por 2-1.

      Francisco “Chico” Barreira foi o grande herói da equipa de São João da Madeira, ao fazer os dois golos que garantiram a vitória. Na baliza, brilhou Marco Lopes, que sofreu apenas um golo (Ricardo Figueira). Chico Barreira inaugurou o ativo logo aos 8min, numa recarga após uma defesa incompleta de André Girão; Ainda na primeira parte (19min), Ricardo Figueira empatou a partida, resultado que se manteve até ao intervalo (1-1).

      No segundo tempo, houve diversas oportunidades falhadas pelas duas equipas. A seis minutos do final da partida, Chico Barreira bisou, ao concretizar na recarga após o livre direto que castigou a 15ª falta coletiva do Sporting. Até ao final da partida houve muita emoção, com o Sporting a falhar um livre direto e a Sanjoanense a “desperdiçar” outrdefendido por Zé Diogo, após expulsão de André Girão.

      Esta vitória ajuda a Sanjoanense a “respirar” um pouco, podendo ser um tónico importante para o arranque da segunda metade da temporada. Para o Sporting, esta derrota inesperada complica um pouco as contas do terceiro lugar, já que o Valongo está já a dois pontos dos “leões”.

      (Foto: Hugo Teixeira / HoqueiPatins.pt)

    • Benfica encerra ano a golear

      Dramático x Benfica
      21 Dezembro, 2014

      Em jogo relativo à 15ª jornada da fase regular da Liga SportZone, o Sport Lisboa e Benfica foi a Cascais vencer o Dramático local por 0-9. O triunfo expressivo da formação que lidera a prova permite manter distâncias e fechar o ano de 2014 com seis pontos de vantagem sobre o vice-líder SC Braga/AAUM.

      Após categórico triunfo frente ao Fundão a abrir a segunda volta, os pupilos de Joel Rocha voltaram a impor-se vencendo por números que falam por si só. Defensivamente coeso e eficaz no ataque, o conjunto da Luz começou a desenhar o respetivo triunfo através de um potente remate de Alessandro Patías logo aos quatro minutos. O segundo golo, que estabeleceria o resultado ao intervalo, também foi da autoria do internacional italiano na cobrança de uma grande penalidade.

      Na segunda parte, foi preciso esperar sete minutos para assistir a novo golo, desta vez da autoria de Ré. O quarto golo surgiu instantes depois, resultado de uma rápida transição concluída por Gonçalo Alves de pé esquerdo. O capitão benfiquista “bisou” volvidos dois minutos para o 0x5, e Ré fez questão de imitar ao apontar o segundo da conta pessoal. 0x6 quando se jogava o 33º minuto.

      Alessandro Patías, autor dos dois tentos do primeiro tempo, também fez “o gosto ao pé” na etapa complementar assinando um “hat-trick” que colocou o marcador em 0x7. Antes de Ré igualar a proeza de Patías, tempo para Alan Brandí, o outro pivot, deixar a sua marca no jogo.

      0x9, e ao cabo de 15 jornadas, o Benfica de Joel Rocha é líder e entrará nessa mesma condição no novo ano civil.

    • Olivais triunfa no Fundão

      Foto: "ZeroZero"
      21 Dezembro, 2014

      No Municipal do Fundão, o último encontro de um sensacional ano de 2014 para a equipa da casa colocou em confronto Associação Desportiva do Fundão e Sport Lisboa e Olivais.

      Em igualdade pontual na tabela classificativa, perspetivava-se um encontro equilibrado entre duas das boas formações em prova. Num jogo em que a intensidade foi nota dominante, os forasteiros acabaram por levar a melhor arrancando um triunfo por 3×5.

      À passagem do minuto nove, o Olivais abriu o ativo por intermédio de João Marçal, na sequência de um mau passe que deixou a bola à sua “mercê”. A resposta da Desportiva fez-se sentir à beira do intervalo, com o internacional português Mário Freitas a bater Julião ao cabo de várias investidas ofensivas do conjunto vice-campeão nacional. 1×1 na hora de recolher aos balneários.

      Mantendo a boa prestação que havia rubricado no primeiro tempo, a equipa beirã consumou a reviravolta no marcador através de Liléu, que envergou a braçadeira de capitão na ausência de Nuno Couto devido a lesão. A vantagem foi dilatada por André Galvão a dez minutos do apito final, mas pesasse embora a diferença de dois golos, a questão estava longe de se encontrar resolvida.

      Em tarde de regresso à Cova da Beira, depois de ter enviado uma bola à trave durante o primeiro tempo, Jander Praciano deu seguimento ao bom momento de forma e reduziu para 2-3. O golo serviu como tónico para inverter o resultado, e a acutilância ofensiva lisboeta permitiu nova cambalhota no marcador, com golos de Jardel e Giló.

      A sensivelmente um minuto do final, e já com a formação da casa a atuar em 5×4, a turma “encarnada” fecharia as contas. Jander “bisou” no encontro e foi novamente feliz numa quadra que, decerto, lhe trará boas memórias.

      Com este triunfo, o SL Olivais ascende à quarta posição e soma agora 24 pontos, enquanto que a Desportiva passará o ano no oitavo posto, o último que dá a acesso ao “play-off”.

    • SC Braga/AAUM fecha o ano no segundo lugar

      Fotografia JR
      20 Dezembro, 2014

      O SC Braga/AAUM venceu este sábado o CCRD Burinhosa por 5-1, consolidando o segundo lugar na tabela classificativa.

      Como se esperava, o Burinhosa dificultou ao máximo a vida ao SC Braga/AAUM. Com uma marcação cerrada e agressiva, a equipa Buri não deixava os bracarenses jogar. Com o decorrer do encontro, apenas um erro de ambas as partes podia alterar o rumo dos acontecimentos e foi isso que aconteceu à passagem do minuto oito, quando, numa recuperação de bola, Paulinho colocou a equipa da casa na frente do marcador. Os jogadores do Burinhosa não baixaram os braços e continuaram a lutar, criando muitas situações de golo e aí brilhou o guarda-redes Vítor Hugo. Contra a corrente de jogo, à passagem do minuto quinze, através de um contra-ataque, Fábio Cecílio aumentava a vantagem para o SC Braga/AAUM, resultado com que se atingiu o intervalo.

      No segundo tempo, a equipa orientada por Kitó Ferreira entrou com a mesma intensidade do primeiro tempo, em busca do prejuízo. Essa insistência deu os seus frutos ao minuto quinze por Bruno a desviar um passe à boca da baliza, fazendo o 2-1. O jogo estava relançado, a disputa de bola era intensa com os jogadores a darem tudo o que tinham e ao minuto trinta, através de uma jogada de envolvimento, Amílcar fazia o 3-1 à boca da baliza. Este golo foi fatal para a equipa Buri que acusou nova desvantagem por dois golos e os bracarenses como que despertavam para o jogo e marcavam mais dois golos em dois minutos: primeiro por Amílcar, que bisava no encontro, e depois por André Coelho que fazia o 5-1. O Burinhosa ainda apostou num 5-4 para tentar minimizar o resultado, mas sem dar frutos e a partida chegava ao fim com a vitória bracarense.

      Flash interview

      No final do encontro, o técnico do SC Braga/AAUM, Paulo Tavares, começou por referir que foi “uma vitória suada, pois não estivemos à nossa altura. Estivemos apáticos no primeiro tempo, pois os jogadores já pensavam nas férias”. O técnico frisou também que após o terceiro golo a sua equipa desinibiu-se: “o Burinhosa estava a pressionar com tudo, tínhamos que levar a bola para a frente e com o 3-1, a equipa soltou-se mais, mas não fomos o SC Braga/AAUM dos jogos anteriores. Terminámos em segundo e vamos fazer de tudo para mantermos esse lugar”.

      Kitó Ferreira, técnico do CCRD Burinhosa, começou por dar os parabéns à equipa bracarense: “antes de mais quero dar os parabéns ao Braga pela excelente organização quer em termos de organização de jogo quer em termos individuais. Chegámos a Braga com menos seis jogadores com que iniciámos o campeonato por lesões ou porque deixaram o clube, mas queremos manter-nos na primeira divisão. O terceiro golo foi fatal para nós. Tentámos arranjar uma estratégia para nos manter no jogo, mas a qualidade dos jogadores do Braga/AAUM fez a diferença.”

      Ficha do Jogo

      SC Braga/AAUM: Vitor Hugo; Ciro; Tiago Brito; Fábio Cecílio (1) e Miguel Almeida

      Suplentes: Pli; Paulinho (1); André Machado; Rui; Ismael; Nilson; André Coelho(1); Amílcar (2) e Luis Paulo

      Treinador: Paulo Tavares

      CCRD Burinhosa: João Vala; Nini; Bruno Cintra (1); Marquinhos e Pimpolho

      Suplentes: Rui Castelhano; Mica; Fábio Catarino; Espanhol; Rui Pereira; Tiago Costa; Kalau e Rafa

      Treinador: Kitó Ferreira

      Ação disciplinar

      Amarelos: Tiago Brito; Miguel Almeida; Vitor Hugo; Amílcar e Paulinho (SC Braga/AAUM); Pimpolho; Nini e Rui Pereira (CCRD Burinhosa)

      Árbitros

      Mário Lobo Silva (AF Viana do Castelo) e Vítor Rocha (AF Porto)

    • FC Porto vence Sporting e conquista Supertaça de Portugal

      FC Porto celebra sexta Supertaça (Foto FPA)
      20 Dezembro, 2014

      Está entregue o último troféu do ano. O campeão nacional FC Porto e o vencedor da Taça de Portugal Sporting enfrentaram-se na Maia, no pavilhão de Águas Santas, pela discussão da Taça de Portugal. O FC Porto venceu a Supertaça de Portugal, após triunfo por 29-28.

      Primeira parte muito disputada. À melhor entrada do FC Porto, respondeu o Sporting, para terminar num empate que realça todo o equilíbrio presente.

      Ricardo Moreira abriu as hostilidades, com um excelente golo, na conversão de um rápido contra-ataque. Algum nervosismo inicial, mas o FC Porto a conseguir uma vantagem de dois golos (4-2 e 5-3).

      Seguiu-se a recuperação do Sporting, a chegar novamente ao empate. Já nos meados do primeiro tempo, Rui Silva, com um “tiro” dos nove metros, a dar a primeira vantagem à equipa leonina.

      O empate voltou a impor-se por alguns momentos, até o Sporting conseguir aproveitar um período menos assertivo dos hexacampeões nacionais e construir, também, uma vantagem de dois golos ((9-11 e 10-12).

      Já nos minutos finais, o FC Porto reagiu e voltou a impor o empate, que resumia, da melhor forma, a tendência do encontro.

      No regresso dos balneários, o FC Porto voltou a adiantar-se no marcador, mas seria o Sporting a dominar os minutos seguintes. Aos 40 minutos de encontro, o Sporting vencia por 17-20, na maior vantagem do jogo. O FC Porto respondeu com um parcial de 3-0 e empatou a partida a 20 golos. O Sporting respondeu de igual forma e voltou a adiantar-se para 20-23, a que o FC Porto corresponderia à emoção, ao empatar novamente a 23 golos. Daqui para a frente, equilíbrio absoluto no marcador, com as equipas a chegarem empatadas a 28 golos ao último e decisivo minuto.

      A 12 segundos do final, Ricardo Moreira desfez o empate, na conversão de um livre de sete metros. Do outro lado, Rui Silva, com o tempo esgotado, não conseguiu repetir o feito. Num final dramático, o central leonino atirou ao poste, da linha de sete metros, e viu o FC Porto festejar a Supertaça de Portugal.

      Ricardo Moreira, com oito golos, e Gilberto Duarte, com cinco, estiveram em grande destaque num encontro, onde Alfredo Quintana esteve muito inspirado na baliza portista. No Sporting, Pedro Portela, Pedro Solha e Pedro Spínola, com cinco golos cada, foram os mais concretizadores no ataque leonino.

    • FC Porto e Sporting disputam Supertaça… polémica

      Supertaça
      19 Dezembro, 2014

      É já neste Sábado que as equipas do FC Porto e Sporting estarão frente a frente, a lutar pela Supertaça de Portugal, na reedição das edições transactas.

      O FC Porto, campeão nacional, frente ao Sporting, vencedor da Taça de Portugal. O encontro vai decorrer às 18h00 de sábado, no pavilhão de Águas Santas, na Maia, precisamente o motivo da discórdia.

      “Quer o desportivismo, quer o bom senso, requeriam que uma prova desta envergadura se realizasse num pavilhão equidistante dos locais de proveniência dos participantes, Lisboa e Porto e não a poucos quilómetros deste último”, refere o Sporting, em comunicado, publicado no sítio oficial do clube.

      Na mesma circular, o Sporting acrescenta ainda que “o pavilhão não reúne as necessárias condições técnicas e de segurança” para o jogo em questão. Por esse motivo, o Conselho Diretivo do Sporting não se fará representar na final e a equipa, citam, “tem instruções para regressar de imediato aos balneários”, caso a segurança do jogo esteja em causa.

      A Federação de Andebol de Portugal não perdeu tempo e responde, também em comunicado, que o encontro estava agendado antes mesmo de conhecidos os intervenientes desta importante final: “como é do conhecimento público, há largos meses – desde 17 de Março de 2014 – que a Federação anunciou a realização do jogo da Supertaça para o Pavilhão do Águas Santas, na Cidade da Maia e integrada no programa daquela cidade enquanto Cidade Europeia 2014 do Desporto, o que muito honra a modalidade”.

      À margem de tudo isto parece estar o FC Porto, que nas palavras do capitão Ricardo Moreira parecem preparados para vencer a Supertaça de Portugal. “É um jogo de decisões e esperamos que o FC Porto esteja bem, como tem vindo a acontecer esta época. Esperamos que a equipa consiga mais uma vitória e que, definitivamente, consigamos conquistar a Supertaça para acabar bem o ano. Estes jogos são diferentes dos do campeonato. Quem ganha festeja, quem perde fica triste”, anteviu Ricardo Moreira, em declarações à Porto Canal.

      Do lado do Sporting, o guarda-redes Ricardo Candeias faz a antevisão do encontro ao portal do clube: “Vai ser um jogo muito difícil. O FC Porto não é uma equipa fácil e tem uma qualidade de jogo que toda a gente conhece. No entanto, vamos para ganhar e não vai haver margem para erros. A pressão é a mesma que nos outros jogos. Quem joga no Sporting sabe que existe sempre pressão e que, cada vez que entramos campo, é para ganhar”.

      Na edição passada, com os mesmos intervenientes, foi o Sporting a levantar o troféu, após vitória, no prolongamento, por 33-32. Esta época (2014/2015), Sporting e FC Porto enfrentaram-se apenas uma vez, em Novembro, com os hexacampeões nacionais a vencerem, para o campeonato, no pavilhão do rival lisboeta, por 23-24, num encontro também muito equilibrado.

      Agora, com alguma polémica à mistura, disputa-se mais uma Supertaça, no último troféu de 2014, a opor duas das melhores equipas portuguesas. Os bilhetes estão esgotados, e haverá casa cheia. Tudo bons motivos, para um excelente encontro, em mais uma tarde de andebol espetáculo.

Free mockups